São Lourenço dos Órgãos: PAICV felicita profissionais de saúde pelo “excelente trabalho” prestado no combate à covid-19

Assomada, 27 Jan (Inforpress) – A Comissão Política Regional (CPR) do PAICV em Santiago Norte felicitou hoje os profissionais de saúde de São Lourenço dos Órgãos pelo “excelente trabalho” prestado no combate à covid-19, sobretudo na vacinação.

“A nível de saúde queríamos em primeiro lugar homenagear os profissionais de saúde de São Lourenço dos Órgãos pelo excelente trabalho que têm prestado no combate à covid-19, sobretudo na questão da vacinação, levando o município a estar em primeiro lugar a nível de Santiago Norte”, afirmou o porta-voz da CPR do PAICV em Santiago Norte.

Euclides Cabral falava em conferência de imprensa hoje, em Assomada, Santa Catarina, para pronunciar sobre a situação desse município do interior de Santiago, em relação à saúde, à situação socio-económica das famílias, a infra-estruturas e ao acesso à informação.

O também membro da CPR do PAICV em Santiago Norte, que felicitou os laurentinos pela adesão à campanha de vacinação contra a covid-19, cujo concelho já ultrapassou a média nacional, aproveitou para reiterar o apelo à adesão à campanha de vacinação na região e, sobretudo, nos municípios com baixa taxa vacinal.

Por outro lado, chamou a atenção das autoridades a nível nacional e da região sanitária pelo défice de funcionamento no Centro de Saúde local, que informou, de momento, conta com um dos três médicos, ou seja, somente a delegada de Saúde.

É que, que conforme denunciou, na falta de médicos os enfermeiros, além de fazerem o trabalho no terreno para a campanha de vacinação, estão a fazer o trabalho dos próprios médicos, ou seja, dando consultas e prescrevendo receitas.

Em relação à situação socio-económica das famílias, não obstante ter admitido que a taxa de pobreza aumentou muito por causa da seca e da pandemia de covid-19, responsabilizou, por outro lado, a autarquia pelo “abrandamento do nível económico da população”.

A título de exemplo, lembrou do corte no salário dos funcionários e a atribuição do salário mínimo nacional.

Por isso, pediu ao Presidente da República, José Maria Neves, para usar a sua magistratura de influência e o poder de garante da Constituição da República de Cabo Verde par influenciar e exigir das autoridades judicias para fazer justiça para com os funcionários da Câmara Municipal de São Lourenço dos órgãos.

Ainda neste campo, o PAICV manifestou-se “preocupado” com o corte nos apoios de transporte escolar para os alunos das zonas altas, cujos pais agora pagam 200 escudos por dia para que estes possam chegar à Escola Secundária Luciano Garcia.

Relativamente a infra-estruturas, informou que, após 15 meses do mandato da câmara e quase um ano do Governo, São Lourenço dos Órgãos não beneficiou de obras e que as que estavam em curso foram paralisadas, como o campo relvado, o cine-teatro de João Teves e as estradas para zonas altas.

“Entendemos que a questão da pandemia poderá ser uma causa para o atraso nessas obras, mas, também entendemos que a planificação e a gestão estão por trás dessa paralisação”, observou, propondo que se construa estrada troço a troço, se não há financiamento para se fazer tudo de uma só vez.

Por fim, pediu a intervenção das autoridades competentes para resolver a questão do sinal da Televisão Digital Terreste (TDT) em Órgãos Pequeno, cuja população está sem sinal da Televisão e Cabo Verde (TCV) desde o desligamento do sinal de TV analógico, mas, que, no entanto, continuam a pagar a taxa audiovisual.

FM/ZS

Fonte: Inforpress