Legislativas/São Nicolau: PAICV entrega no Tribunal candidatura encabeçada por Hipólito Barreto

Tarrafal de São Nicolau, 08 Mar (Inforpress) – O Partido Africano da Independência de Cabo Verde entregou no sábado a sua candidatura no tribunal da comarca de São Nicolau, às eleições legislativas de 18 de Abril, liderada por Hipólito Barreto.

Em declarações à Inforpress, Hipólito Barreto, cabeça de lista e actual presidente da Comissão Política Regional do PAICV em São Nicolau, garantiu que é uma lista que aposta na juventude e que cumpre a lei da paridade.

“É uma lista jovem com uma média de idade de 38 anos, que observa a lei da paridade com equilíbrio de género, tendo uma representação de 60 por cento (%) de mulheres e 40% de homens”, salientou.

A mesma fonte assegurou que o partido irá desenvolver uma campanha baseada no civismo e pedagogia de forma a fazer uma demonstração real daquilo que foi feito pelo actual governo.

“Vamos fazer uma campanha esclarecedora, pedagógica, cívica, com respeito pelas pessoas e pelo adversário, fazendo um retrato real daquilo que foi o desempenho do actual governo relativamente à ilha de São Nicolau, que, em abono da verdade, foi muito fraco”, afirmou.

Hipólito Barreto ressaltou ainda que, querem demonstrar às pessoas que são uma equipa que lhes dá garantias para melhorar as condições da ilha.

“Queremos que as pessoas tenham elementos para avaliar o partido que suporta o actual Governo e possa decidir em consciência na hora do voto pela equipa que lhe dá mais garantias, em prol do desenvolvimento de São Nicolau,” realçou.

Aproveitou ainda para apelar ao adversário uma campanha com respeito pelas pessoas, e ainda pelas restrições impostas devido a pandemia.

“Iremos primar por uma governação inclusiva, ou seja, uma governação para todos e não deixar ninguém desamparado, dando mais atenção às questões de prioridade na ilha”, afirmou.

Da lista do PAICV pelo círculo eleitoral de São Nicolau, às eleições legislativas de 18 de Abril, consta ainda Carla Fonseca, Magui Silva, Januário Gomes e Vaniza Oliveira.

Fonte: Inforpress