Criadores de Porto Novo estão a dar papelão para os animais não morrerem à fome

Entretanto, o Governo aprovou ontem, 21, um novo programa de mitigação dos efeitos da seca e do mau ano agrícola, no valor de mais de 500 mil contos, sobretudo para Santiago e Porto Novo.

Os criadores de Porto Novo estão a dar papelão aos animais, sobretudo às cabras, para fazer face à falta de pasto que é dramática naquele concelho, devido a mais um mau ano agrícola.

O problema da falta de pasto para os animais ou ração é gritante naquele município nos últimos meses e não é a primeira vez que a denúncia desta situação chega ao site do A NAÇÃO.

Desta feita um cidadão preocupado com a situação contactou mais uma vez o nosso site para alertar as autoridades competentes para esse problema que afeta Porto Novo.

Entretanto, o Governo aprovou ontem, 21, um novo programa de mitigação dos efeitos da seca e do mau ano agrícola, no valor de mais de 500 mil contos, sendo 233 mil contos a serem aplicados na mobilização da água e sua gestão.

O programa, que, segundo o Governo, será implementado sobretudo nas ilhas de Santiago (Tarrafal, São Miguel e Santa Catarina,) e Santo Antão (Porto Novo), contempla ainda 97 mil contos para a melhoria da capacidade de produção agrícola, através da aquisição de equipamentos agrícolas, e para o reforço da produção na área da pecuária e ainda 235 mil contos para a criação de emprego nos municípios mais afetados.

Segundo o porta voz do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, apesar da situação do último ano ter sido “melhor que a de 2017”, com as medidas contempladas no novo programa, “a situação no mundo rural, não obstante ser ainda preocupante, será melhorada”.

Fonte: Anacao