Cabo Verde: Aproximações para recomposição do campo político da Esquerda

O ex-Primeiro-ministro José Maria Neves e a Presidente do PAICV têm mantido encontros regulares para análise e trocas de impressões sobre a vida politica nacional. Esta informação, apurada pelo Asemanaonline, visa, segundo fontes próximas da cúpula tambarina, recompor o campo político da Esquerda Democrática,« com o foco na má governação de Cabo Verde e no próximo ciclo eleitoral», que começa com as autárquicas de 2020.

Esta iniciativa está sendo bem vista entre as estruturas e seus dirigentes, que defendem que é este o caminho a seguir rumo ao futuro do PAICV e do país. E advertem que « todos precisam de tomar o juízo de que a oposição deve recentrar a sua atenção no pior Governo que Cabo Verde já teve até agora» e não entre dirigentes e militantes do partido. É que, segundo alertam, os cabo-verdianos têm ainda esperança no Partido da Independência face à situação difícil por que passa o país neste momento «com a desgovernação» do MpD.

«Para já estamos perante duas realidades concretas: Janira Hopffer Almada é a líder do maior partido da Oposição. Com legitimidade conquistada por votos dos militantes de base, ela deve ser respeitada por todos os dirigentes e militantes. O mesmo deve acontecer com o ex-líder do PAICV e Primeiro-ministro José Maria Neves, que tudo indica vai ser uma das figuras carismáticas a concorrer às eleições Presidenciais de 2010. Por isso, Neves precisa de Janira Hopffer Almada para implementar o seu projecto politico, assim como JHA precisa daquele no trabalho da reorganização do campo político da Esquerda Democrática em Cabo Verde, transformando-a com a única alternativa clara à Governação do país nas próximas eleições», analisa uma fonte próxima da cúpula da mesma formação política.

Entretanto, uma alegada notícia, de hoje, no on-line O País, relata “mais uma polémica no interior do PAICV”, envolvendo supostamente José Maria Neves.

Questionada sobre este particular, a presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) considerou se mais um “boato” deste jornal.

Janira Hopffer Almada falava aos jornalistas, à saída de um encontro com a Associação dos Combatentes da Liberdade da Pátria (ACOLP), realizado hoje,17, na Praia, no âmbito da programação do Dia dos Heróis Nacionais, que se assinala a 20 de Janeiro.

Segundo o mesma diário citado pela Inforpress, na origem da suposta polémica, está um convite do PAICV em Porto Novo, Santo Antão, a José Maria Neves, para apresentar uma comunicação nas comemorações do 20 de Janeiro, Dia dos Heróis Nacionais.

Janira Almada, conforme avançou aquele on-line, não terá gostado de ser preterida pelo Sector do PAICV que preferiu incluir o antigo líder do partido no seu programa do Dia dos Heróis Nacionais.

Suposto Boato de «O País» e elogio a José Maria Neves
“Eu não tenho por hábito desmentir boatos. Boatos não se respondem, nem sequer para desmentir”, reagiu desta forma Janira Hopffer Almada, aproveitando para “saudar esta actividade de Porto Novo”, manifestar a sua “profunda satisfação”, considerando que é “muito importante essa comemoração de 20 de Janeiro”, contando com a participação de uma “ilustre figura”, como José Maria Neves.

Janira Almada ajuntou ainda que o PAICV tem planeado “várias actividades” sobre o 20 de Janeiro, sendo que a central vai acontecer na ilha do Fogo, presidida pela presidente do partido.

“A região de Santo Antão está a organizar uma actividade que nós saudamos desde a primeira hora e que será uma grande actividade, seguramente porque irá contar com a ilustre participação do antigo presidente do partido e ex-primeiro ministro, José Maria Neves”, referiu, segundo a Inforpress.

A líder do PAICV disse também acreditar que, pela sua experiência, percurso e prestígio, José Maria Neves terá, seguramente, no evento de Porto Novo, oportunidade de poder partilhar tudo isso, num momento de “grande satisfação”, não só para o partido, como também para a ilha de Santo Antão.

Fonte: Asemana