Boa Vista. Bairro das Barracas em chamas

O fogo deflagrou por voltas das 22 horas. Mais de meia dezena de barracas já foram consumidas pelas chamas. Ainda não se sabe se há vítimas mortais. Bombeiros, polícias e populares estão no local a combater as chamas.

O ambiente é de muita tristeza. Gritos e choros por todos os lados. Residem no bairro  acima de 3 mil pessoas, na sua maioria oriundos de Santiago e da costa oeste africana.

Os residentes neste bairro de latas são trabalhadores das obras, hospedeiras de hotéis, entre outros pequenos ofícios pontuais, numa ilha dominada pelo turismo e pelos grandes resorts.

Uma testemunha ocular informou ao Santiago Magazine que ouviu explosões de garrafas de gás. E viu uma criança sendo transportada para o hospital. A cidade de Sal Rei está em polvorosa. As autoridades policiais já cercaram o local, mas tudo indica que os meios disponíveis estão sendo insuficientes para o volume das chamas.

As causas do incêndio também ainda não conhecidas, porque tudo foi muito rápido e as pessoas estão atônitas.

O bairro das barracas na cidade de Sal Rei envergonha qualquer cidadão, sobretudo quando se sabe que residem ali as pessoas que fazem a economia daquela ilha funcionar.

Várias tentativas dos poderes públicos no sentido de resolver o problema ainda não saíram do papel, enquanto pessoas de bem correm o risco de vida, por causa da falta de saneamento, da água e dos bens básicos num país que se diz de rendimento médio.

O bairro não oferece as mínimas condições de habitabilidade e não é a primeira vez que pegou lume.

Fonte: Santiagomagazine