Tarrafal de Santiago. Jovens descontentes com marasmo convocam manifestação

Um grupo de jovens, que se diz “descontente” com o “marasmo” que se tem verificado no Tarrafal, promove sexta-feira, 11, uma “manifestação pacífica” para exigir melhorias em vários sectores naquele concelho do interior de Santiago.

Em declarações à Inforpress, um dos organizadores desta iniciativa, Ovídio Barbosa, disse que os jovens tarrafalenses e a população em geral estão “descontentes” com o ritmo de crescimento e desenvolvimento do Tarrafal.

“Temos visto que em outros lugares se está a fazer alguma coisa, que a vida da população tem melhorado, mas qui nada”, disse aquele jovem dando conta que no Tarrafal, “as obras não estão a terminar”, “os investimentos prometidos não estão a ser feitos” e que “tudo de pior tem estado a acontecer” naquele concelho.

“Até as pessoas de fora do Tarrafal estão tristes com o que está a passar aqui”, observou.

Por isso, na sexta-feira, 11 de Janeiro, querem sair às ruas para mostrarem o seu “desagrado” com o “marasmo” que têm vivido. A “manifestação pacífica”, que já mereceu apoio público do movimento cívico Sokols 2017, através do Facebook, está marcada para as 10:00.

Esta “manifestação pacífica”, referiu a mesma fonte, está a ser organizada por um movimento criado por um grupo de jovens “neutros”, “sem nenhum partido”.

“É um grito de dor ao ver o nosso Tarrafal a andar só para trás. É uma marcha contra o atraso, a falta de emprego e a falta de seguimento do ritmo do país”, finalizou.

Fonte: Santiagomagazine