SIACSA anuncia greve dos trabalhadores da oficina mecânica da PN para 01 e 02 Fevereiro

Cidade da Praia, 21 Jan (Inforpress) – O presidente do Sindicato da Indústria Geral, Alimentação, Construção Civil, Agricultura, Florestas, Serviços Marítimo e Portuário (SIACSA) anunciou hoje uma greve de dois dias dos trabalhadores da oficina mecânica da Polícia Nacional, na Cidade da Praia.

A greve, segundo adiantou Gilberto Lima, em conferência de imprensa, está marcada para os dias 01 e 02 de Fevereiro, e tem a ver com as “péssimas condições” de trabalho, conjugadas com os salários baixos a que estão sujeitos esses trabalhadores.

Gilberto Lima informou que há mais de dois anos está a correr atrás dos responsáveis da oficina, que pertence também ao Ministério da Administração Interna, para respostas às revindicações desses profissionais com mais de 10 anos de trabalho, sem que um passo seja dado.

“Nós conseguimos, pela primeira vez, reunir com o responsável da oficina mecânica e ele nos teria dito que a situação iria ser resolvida de imediato. Já la vão dois anos, e pairam sobre esses trabalhadores situações inaceitáveis”, disse.

Segundo Gilberto Lima, são mais de 30 trabalhadores que, no seu dia-a-dia, exercem o seu trabalho de forma precária, com falta equipamentos, falta de higiene e segurança no trabalho e com salário no limiar dos 15 mil escudos mensais.

Para além disso, afirmou que não há uma clarificação ou qualificação profissional, estando os mesmos sujeitos a fazer tudo.

“Fazem tudo, desde o trabalho de limpeza, de arrumação das viaturas e reparação das viaturas. Quer dizer que não há nenhuma qualificação profissional”, disse indicando que há ainda uma pressão desmedida e ameaças constantes de despedimentos da parte dos responsáveis.

Enquanto isso, afirmou que a direcção da oficina vem recorrendo a trabalhos especializados de pessoas de fora, pagando avultados recursos que podiam ser utilizados na qualificação do pessoal que estaria mais bem preparado para responder às demandas.

Por isso mesmo vão partir para a greve nos dias 01 e 02 de Fevereiro como forma de mostrar o seu descontentamento com a situação vigente e pedir a melhoria das condições de trabalho e aumento dos salários.

O prevê-aviso de greve já está entregue na Direcção-Geral do Trabalho. Gilberto Silva afirma que da parte do sindicato há toda abertura para dialogar e evitar a paralisação.

Fonte: Inforpress