São Vicente: Janira Hopffer Almada questiona resultados dos fóruns, cimeiras, seminários e conferências realizados pelo Governo

Mindelo, 23 Out (Inforpress) – A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) questionou terça-feira, hoje no Mindelo, quais os resultados “palpáveis” que os fóruns, cimeiras, seminários e as conferências realizados pelo Governo têm trazido às pessoas.

Janira Hopffer Almada reagia assim a propósito do Fórum Nacional da Juventude Realizado em São Vicente, em declaração à imprensa, à margem do encontro com militantes e simpatizantes do partido, no Centro Cultural do Mindelo.

Segundo a presidente do PAICV, para a realização desses fóruns, há gastos e não há benefícios para quem deveria ter. Por isso, defendeu que um país não pode continuar a ser governado com base em fóruns, propagandas, marketings e conferências, porque, defendeu, depois desses eventos deve-se implementar medidas que também devem ter resultados.

“Três anos e meio depois, o que é que o primeiro-ministro e o vice-primeiro – ministro, que é primeiro-ministro em exercício, garantiram a São Vicente. O que é que São Vicente e seus jovens ganharam. São estas as questões que ele deveria responder no fórum da juventude que ele promoveu,” criticou Janira Hopffer Almada.

Conforme a dirigente do maior partido da oposição, o Fórum da Juventude, ao fim ao cabo, é a Semana Nacional de Juventude, que foi mudado de nome, porque, ajuntou, o “Governo está a tornar-se especialista na mudança de nome das instituições, dos projectos”, para tentar dar “uma nova roupagem e parecer que é algo novo para poder fazer novas promessas aos jovens de São Vicente”.

“É importante recordarmos que a principal promessa para os jovens de São Vicente era o emprego digno e no ano de 2018 foram destruídos quase três mil empregos nessa ilha,” contra-argumentou Janira Hopffer Almada, lembrando que São Vicente tem uma taxa de desemprego de cerca de 16 por cento (%) superior à média nacional.

Para a presidente do PAICV, após três anos e meio de mandato, ao invés de apresentar novas promessas no fórum, o Governo deveria apresentar os resultados dos compromissos assumidos com os jovens.

A título de exemplo, Janira Hopffer Almada defendeu que o Governo deveria dizer aos jovens que percentagem do Produto Interno Bruto (PIB) tem destinado ao financiamento do Ensino Superior, quantos jovens já beneficiaram do crédito bonificado para a habitação, quantos estágios profissionais São Vicente já teve, porque, lembrou, foram anunciados 800 mas, entre Janeiro e Fevereiro, apenas 26 jovens entraram nos estágios profissionais em São Vicente.

A líder do maior partido da oposição pediu ao Governo que divulgue quantas empresas os jovens já conseguiram criar com financiamento do Estado e o que é que a Pró-empresa e todas as estruturas, que foram anunciadas, têm feito e como é que os jovens estão a beneficiar delas.

Fonte: Inforpress