Rui Semedo anuncia candidatura à liderança do PAICV

Cidade da Praia, 13 Nov (Inforpress) – O presidente interino do PAICV, Rui Semedo, anunciou sexta-feira a sua candidatura à liderança do partido de modo a dar a sua contribuição para o engrandecimento e o reforço da intervenção do partido no xadrez politico nacional.

“Tenho o prazer e a elevada honra de vos anunciar que, depois de profunda reflexão e ponderação, decidi abraçar o desafio de me candidatar ao importante cargo de Presidente do nosso grandioso Partido”, escreveu Rui Semedo na sua página no Facebook.

“Ao fazer isso estou, mais uma vez, a disponibilizar-me para servir o partido e dar a minha modesta contribuição para o engrandecimento e o reforço da intervenção do PAICV no xadrez político nacional, onde sempre ocupou posições relevantes e continua a ter um papel de primeira linha para o reforço e a consolidação da nossa prestigiada e muito bem referenciada democracia”, acrescentou.

Rui Semedo disse estar consciente dos desafios que lhe espera nesta caminhada, mas confiante de que com o capital de experiência acumulado e caldeado ao longo de décadas de combate político ao serviço do partido e de Cabo Verde, irá enfrentar as dificuldades, mobilizando todas as energias e capacidades e contando com o suporte dos militantes, simpatizantes e amigos do PAICV no exercício de tão elevado cargo.

Lembrou que o PAICV, desde Amílcar Cabral, já passou por várias lideranças, todas elas sábias, motivadoras e mobilizadoras dos militantes, amigos e apoiantes que têm procurado estar à altura dos desafios nacionais.

“Quero me inspirar nas figuras de Amílcar Cabral, Aristides Pereira e Pedro Pires, só para referenciar os mais antigos e emblemáticos líderes, para continuar esta caminhada que começou como uma simples utopia, transformou-se numa árdua aventura e culminou como certeza de mudar o curso da história desde país ilhéu”, mencionou.

Para o presidente interino, o PAICV é um grande partido com responsabilidades gigantescas, porque está ligado aos momentos mais importantes do percurso desta “nação ganhadora” como a luta da libertação nacional, da conquista da independência, da construção do Estado e da viabilização do país, da aposta na democracia, como caminho para libertar as energias e fomentar a participação, ou ainda o momento da transformação e modernização de Cabo Verde.

Este percurso de grandeza e de sucesso, segundo Rui Semedo, coloca o partido sobre os ombros de todos os militantes a responsabilidade de continuar a pensar e sonhar grande e a trabalhar para um Cabo Verde ainda mais livre, mais justo e mais próspero.

Segundo disse, com uma referência moral e inspiradora que é Pedro Pires, com o exemplo de José Maria Neves, hoje noutra frente não partidária, há também o percurso de Aristides Lima, também numa outra missão não partidária, e ainda a energia, a capacidade e a dinâmica da Janira Hopffer Almada que comandou os destinos do partido, até há bem pouco tempo.

“Com a inspiração de todos os que já fizeram este percurso, com aproveitamento de todas as experiências de todos os dirigentes do passado, do presente e até do futuro, com a participação e a entrega de todos os militantes, simpatizantes e amigos, vamos conseguir, todos juntos, preservar este grande património que é o Partido Africano da Independência de Cabo Verde e com ele enfrentar e vencer todos os desafios”, realçou.

O acto eleitoral para a escolha do novo presidente do PAICV está marcado para 19 de Dezembro e o Congresso Nacional decorrerá de 28 a 30 de Janeiro de 2022.

AV/CP

Fonte: Inforpress