: PRESIDENTE DO PAICV, JANIRA HOPFFER ALMADA, REALIZA VISITA DE TRABALHO AOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA, CELEBRA O DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES NAQUELE PAÍS E ABRILHANTA CONFERÊNCIA ORGANIZADA PELAS “MULHERES PODEROSAS

A Presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, estará de visita aos Estados Unidos da América, de 6 a 9 de Março.

A deslocação enquadra-se na Agenda de Trabalho, de permanente auscultação dos cabo-verdianos de JHA, no país ena Diáspora, e enquadra-se, igualmente, nas Comemorações do 8 de Março, Dia Internacional da Mulher. A este propósito, a Presidente Tambarina participará numa Conferência, organizada pelas “Mulheres Poderosas”, em Rhode Island, que deverá contar com a presença de mais de 250 individualidades, incluindo membros e amigos da Comunidade cabo-verdiana, estudantes, académicos e organizações ligadas à Diáspora, onde partilhará a sua experiência, enquanto primeira mulher a liderar o maior Partido de Cabo Verde, o PAICV.

A Líder do Partido participará, igualmente e no mesmo dia, na Comemoração do Dia da Mulher, organizada em Boston.

Tal efeméride é celebrada, no mundo inteiro, em reconhecimento das conquistas sociais, políticas e culturais das mulheres, sendo ainda uma oportunidade para alertar da necessidade de se acelerar os movimentos direcionados a atingir a paridade entre os géneros.

Aliás, com o beneplácito do PAICV, o Parlamento cabo-verdiano aprovou, recentemente, a Lei de Paridade e, no seu XVI Congresso, o Partido aprovou a revisão dos Estatutos, propondo a representação mínima de 40% de cada um dos sexos para os órgãos partidários.

Nas Terras do Tio Sam, a Líder do PAICV auscultará também, por um lado, a Comunidade Cabo-verdiana, radicada em New Bedford e em Bridgeport, sobre medidas implementadas pela actual Maioria e que têm gerado muito descontentamento (nomeadamente os casos da cobrança da Taxa de Segurança Aeroportuária (TSA), as situações das deficientes ligações aéreas e da deportação massiva de cidadãos em conflito com a lei, de entre outras), e partilhar a Visão alternativa do PAICV, para a construção de um Cabo Verde para todos, e que passa, desde logo, pela concretização de uma Agenda de Reformas, pela implementação de uma Nova Agenda Económica (com consolidação dos Sectores Estratégicos da Economia), e pela valorização da nossa Diáspora.

JHA tem defendido, incessantemente que, reconhecendo o Contributo da nossa Diáspora e dos nossos Emigrantes, é essencial, neste momento, estruturar, para melhor promover, e, consequentemente, optimizar a sua participação, no processo de desenvolvimento de Cabo Verde, em três Pilares fundamentais: a Dimensão do Investimento; A Dimensão Cultural e a Dimensão do Conhecimento.

Por outro lado, consta da Agenda de Trabalhos da Líder do PAICV, encontros com as Estruturas do Partido naquele País, um mês depois da realização do XVI, sob o Lema “Cabo Verde: A Nossa Escolha!”, revelando-se propícia a socialização, com todos, das diretrizes emanadas desse Órgão, com especial enfoque à forma como devem ser encarados os desafios do País, face à situação económica, social e politica de Cabo Verde, e à emergente necessidade de os Cabo-verdianos se mobilizarem para o seu resgate, na perspectiva da construção de um Cabo Verde que seja para todos!

Fonte: PAICV