Paul: PAICV alerta para situação da ora marítima da cidade das Pombas

Porto Novo, 05 Out(Inforpress) – A situação da orla marítima na cidade das Pombas, no município do Paul, marcada pelo “avançado estado de degradação” do muro de protecção das habitações, preocupa as estruturas regionais do PAICV (oposição), em Santo Antão.

O presidente da Comissão Politica Regional (CPR) do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) em Santo Antão, Saturnino Baptista, alertou para a situação das famílias, cujas casas estão ameaçada pela acção do mar, lembrando que os paulenses continuam à espera da “prometida requalificação” da orla marítima.

O alerta deste responsável surgiu no dia em que o grupo parlamentar do PAICV visita a orla marítima da cidade das Pombas, no quadro das jornadas descentralizadas que, há três dias, estão a realizar na ilha de Santo Antão.

A protecção da cidade das Pombas tem sido uma “preocupação constante” da população local, que, insistentemente, têm vindo a alertar para a aflição de muitas famílias, cujas casas se encontram  em perigo.

O Governo já admitiu, também, que a protecção da cidade das Pombas constitui  “um problema muito sério”, cuja resolução está equacionada no quadro do projecto de requalificação da orla marítima, dessa urbe.

A Câmara Municipal do Paul garantiu, entretanto, que ainda no decurso de 2019 devem iniciar-se as obras de requalificação da orla marítima e de protecção das casas, num investimento já com financiamento garantido pelo Governo à volta de 120 mil contos.

O presidente da câmara do Paul, António Aleixo, explicou que o projecto de requalificação da orla marítima e protecção das cidade das Pombas vai ser implementando por fases, devendo a primeira iniciar-se ainda do decorrer deste ano.

Em 2015, o então Governo lançou as obras de construção do muro de protecção da cidade das Pombas, estimada nessa altura em 15 mil contos, mas não o projecto não avançou.

Fonte: Inforpress