PAICV pede intervenção do Governo para resolver problema da distribuição de água na ilha de Santiago

Cidade da Praia, 05 Nov (Inforpress) – O líder parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) pediu hoje a intervenção do Governo para resolver o problema da distribuição de água em Santiago, apontando a necessidade de melhorar a gestão da empresa responsável.

João Baptista Pereira fez esta observação à Inforpress, à margem da visita que o grupo de deputados do principal partido da oposição fizeram ao concelho de Ribeira Grande de Santiago.

Na ocasião, disse que a empresa Águas de Santiago (AdS) é detida pelo Estado, juntamente com os municípios, sendo o Governo dono de 49 por cento (%), portanto, apelou ao executivo que haja rapidamente para ver melhoria na distribuição de água na ilha de Santiago.

Outro ponto abordado pelo deputado tem a ver com a “falta de articulação” entre o Instituto do Património Cultural (IPC) e a autarquia da Ribeira Grande Santiago, sendo que muitos monumentos estão sob a gestão do IPC e há uma “gestão de costas voltadas”.

“O IPC toma medidas sem conhecimento da câmara e isto não pode acontecer, deve haver a máxima articulação e a gestão dos monumentos deve passar para a autarquia, por forma a permitir que a população de Ribeira Grande de Santiago possa tirar proveito do sítio histórico que aqui tem”, assinalou.

João Baptista Pereira assinalou também que o objectivo da visita é justamente um encontro de trabalho para poder entender os grandes projectos que as câmaras têm em carteira para poder, de facto, no debate sobre o Orçamento do Estado, defender esses municípios no Parlamento.

O líder parlamentar do PAICV pediu ainda ao Governo para dar atenção às zonas que estão encravadas, para terem também mais oportunidades de acesso ao centro e poderem ter condições de dinamizar a economia local e terem algum rendimento.

HR/CP

Fonte: Inforpress