PAICV diz que oposição do MpD na Câmara Municipal da Praia “em nada tem contribuído para ser alternativa”

Cidade da Praia, 08 Ago (Inforpress) – O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) disse hoje que a oposição do Movimento para Democracia (MpD) na Câmara Municipal da Praia é “sem moral”, “pouco construtiva” e que “em nada tem contribuído para ser alternativa”

“Sabemos que temos tido uma oposição negativista, pessimista, e pouco construtiva, que apenas tem buscado botar abaixo o trabalho da câmara municipal”, disse o presidente da Comissão Política Regional de Santiago Sul, Carlos Tavares, em declarações à imprensa, à margem da Conferência Electiva do Sector Praia Sul do PAICV, realizada na cidade da Praia.

Carlos Tavares disse ainda que o MpD tem sido uma oposição que não tem apresentado, até o momento, nenhuma alternativa, “chegando ao ponto de o principal coordenador do MpD na Praia publicar no Facebook uma foto antiga para mostrar a situação de saneamento na Praia, num acto claro de irresponsabilidade”.

“As críticas da oposição na Praia têm sido lideradas por alguém que esteve na Câmara Municipal da Praia e também na Assembleia Municipal e que validou um conjunto de actos obscuros, um conjunto de negócios intransparentes, incluído negócios associados a terrenos, a obras. É uma liderança de uma oposição que não tem moral para dar lições à actual câmara municipal liderada por Francisco Carvalho”, disse.

Carlos Tavares afirmou ainda que há, por exemplo, pessoas que estiveram envolvidas na maior obra elefante branco na Praia, que é o “Mercado do Coco”, onde “foram gastos um milhão e trezentos mil escondo”, mas que “a obra é hoje um esqueleto metálico” e que aquele dinheiro, por exemplo, serviria para financiar a formação de centenas de jovens na Praia.

GSF/JMV
Fonte: Inforpress