PAICV Considera que Nosi esta em retrocesso

O Núcleo Operacional Para a Sociedade de Informação (NOSI), está neste momento em retrocesso defendeu hoje o líder parlamentar do PAICV à margem das jornadas de preparação para a 2ª sessão parlamentar de Dezembro.

João Batista Pereira diz que o PAICV defende que os serviços que já estão digitalizados podem ser oferecidos aos utentes via telemóveis.

“Os indicadores mostram que, cerca de 85%, dos cabo-verdianos têm um telemóvel inteligente, um smartphone, portanto, falta neste momento transferir para os telemóveis, permitir que o cidadão possa aceder aos serviços públicos e a um conjunto de ferramentas e produtos através do telemóvel, pensamos que este é o caminho que o país terá que fazer naturalmente, e vamos também debater justamente com o primeiro-ministro para ver qual a perspectiva do governo” explicou.

Relativamente ao debate com a Ministra das Infra Estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, o PAICV quer saber da lista de grandes Infra-estruturas assumidas no programa de 2016, que não foram concretizadas e que já não constam do programa da décima legislatura.

“Nós gostaríamos de confrontar o governo sobre essas grandes obras e sobre quais as preceptivas de desenvolvimento das infra-estruturas aqui em Cabo Verde. Nomeadamente quando olhamos para o Orçamento e não temos a verba para construção do hospital de referência de Cabo Verde, que está orçado em 7,2 milhões de euros, e foi apresentado no mês de Março de 2021 ”, avança.

A 2ª sessão parlamentar de Dezembro arranca amanhã e decorre até sexta-feira.

Fonte: ExpressodasIlhas