Oposição em ofensiva de terreno para auscultar o povo: Janira Hopffer Almada critica “redução clara” do apoio do Estado às famílias carenciadas

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) continua com a sua ofensiva politica de terreno, ouvindo os problemas do povo e socializar políticas alternativas a propor ao Governo de Ulisses Correia e Silva. Janira Hopffer Almada visitou hoje (18/12) instituições de caracter social no Concelho da Praia e alertou que tem havido “uma redução clara” do apoio do Estado às famílias carenciadas.

Oposição em ofensiva de terreno para auscultar o povo: Janira Hopffer Almada critica “redução clara” do apoio do Estado às famílias carenciadas
Esta constatação da líder da oposição foi feita depois de ter encontrado com instituições que trabalham com crianças e adolescentes mais vulneráveis, como as Aldeias SOS, em Ribeirão Chiqueiro, e a Fundação Infância Feliz, na Fazenda, Praia.

Segundo a presidente do PAICV citada pela Inforpress, com a redução do apoio do Estado às famílias são as instituições de carácter privado e de utilidade pública que estão a responder às necessidades da população mais carenciada, com base na boa-vontade e nos projectos que conseguem implementar.

Por isso, defendeu Janira Hopffer Almada, as fundações, os institutos de carácter privado e as associações, sejam elas comunitários, “não podem ser vistas como adversárias do poder” seja central ou local.

“Devem ser vistas como parceiras do processo de desenvolvimento do país. E como parceiras devem ter o necessário engajamento e investimento do Estado para melhorarem a sua actuação”, declarou, realçando que o objectivo dessas visitas é conhecer “a fundo” o trabalho dessas instituições para ser “uma voz na defesa da pareceria” com o Estado.

Isto porque – fundamenta a líder do maior partido da oposição- instituições como a Fundação Infância Feliz e as Aldeias SOS “são verdadeiras parceiras do desenvolvimento”, enfatizou ainda a presidente do PAICV, que destacou os mais de 200 finalistas do 12º ano e mais de 400 crianças finalistas como resultado do trabalho da Fundação Infância Feliz.

Esta quarta-feira, 19, a presidente do PAICV deve visitar, segundo o programa divulgado, os hospitais Agostinho Neto e da Trindade e apresentar votos de boas festas a instituições religiosas sediadas na Capital de Cabo Verde.

Fonte: Asemana