Legislativas 2021: PAICV apresenta candidatos para Santiago Sul e projecto para governação

Cidade da Praia, 25 Mar (Inforpress) – O PAICV procedeu hoje à apresentação pública dos candidatos às eleições legislativas de 18 de Abril, na Praça Alexandre Albuquerque, na Cidade da Praia, onde a candidata a primeira-ministra esmiuçou o projecto “Cabo Verde para Todos”.

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, explicou o simbolismo desta cerimónia, precisamente cinco meses depois da sua força política ter conquistado as três câmaras municipais que constituem Santiago Sul, designadamente, Praia, Ribeira Grande de Santiago e São Domingos, nas autárquicas de 25 de Outubro.

Referiu ainda que a emblemática praça, em tempo denominada Praça 12 de Setembro, foi escolhida por ser esta a data do nascimento de Amílcar Cabral, fundador do PAIGC, realçando mesmo que já vê uma estrela a brilhar ao fundo, esperançando que “valerá a pena todo o esforço para a construção de um Cabo Verde de sonho para todos”.

Janira Hopffer Almada esclareceu que o lema “Cabo Verde para todos”, slogan com o qual o PAICV concorre ao escrutínio eleitoral para a constituição do Governo da X legislatura, está focada num projecto trabalhado para que a nação possa superar os desafios actuais e regressar ao caminho do crescimento inclusivo, de modo a “resgatar o orgulho e a esperança dos cabo-verdianos”.

Apoiada por uma moldura humana entusiástica e equipada a rigor com as cores e símbolos do PAICV, a candidata à chefia do Governo elencou acções a serem levadas em conta como uma nova abordagem, visando a transformação nos sectores sociais, da justiça social e de transparência, mediante uma nova agenda e um novo compromisso para Cabo Verde.

Nesta linha de pensar, mostrou uma visão nacional do partido que dirige e que, a seu ver, propugna na construção de um país inclusivo, justo e próspero, que poderá proporcionar oportunidades para todos, ancorado nos pilares do funcionamento do Estado, da economia, do sector privado, da agricultura, do capital humano e do sector social.

Hopffer Almada considerou que o projecto “Um Cabo Verde para Todos” vai ao encontro das expectativas dos cabo-verdianos, agastados com a falta da visão de desenvolvimento do país pela governação, asseverando mesmo que Cabo Verde merece todo o sacrifício e luta para devolver a esperança dos seus filhos através do investimento das pessoas.

Mudanças estruturais baseadas em apostas em novos sectores industriais e serviços, foi um dos compromissos tornados públicos nesta cerimónia pública, ao mesmo tempo que a candidata criticou “a partidarização nas instituições públicas”, citando mesmo os cargos públicos em instituições como o Banco de Cabo Verde e a Bolsa de Valores e nomeações com interesse partidários em vésperas das eleições.

Condenou as políticas que considerou falhadas em sectores vitais como a saúde, transporte, educação, juventude, emprego, economia, agricultura, pesca e segurança, além de criticar o aumento da dívida pública, afirmando mesmo que a saúde foi transformada em luxo, razão pela qual frisou que “um novo mundo está a surgir e um momento único de oportunidades”.

Fonte: Inforpress