Itália: Emigrantes homenageiam primeiro Presidente da Cabo Verde Aristides Pereira

A Associação Filhos e Amigos da Boa Vista em Itália completa dez anos de fundação sábado, 29, à memória de Aristides Pereira e antecipa a festa para o dia 28, sexta-feira, com um jantar de gala para sócios, amigos e convidados, na Casa Degli Aviatori, Viale dell’ Università, em Roma.

Segundo alguns emigrantes, a iniciativa está sendo aguardada com alguma expectativa, ao mesmo tempo que vem sendo qualificada de uma homenagem justa à figura de Aristides Pereira e carregada de um forte patriotismo.

De acordo com o Presidente da Associação, Danilo Brito, para o dia 29, dia do aniversário da associação, sábado, que coincide com a tradicional festa de São Pedro, está programada uma conferência que homenageia o primeiro Presidente da República de Cabo Verde, Aristides Pereira. Visa, por um lado, reconhecer a importante contribuição que o ex-dirigente político deu com o seu o envolvimento na luta pela independência e na afirmação de Cabo Verde como nação democrática. Pretende, por outro lado, demonstrar a outra faceta do Aristides Pereira como cidadão normal aos filhos de cabo-verdianos, nascidos na Itália.

Conforme o programa, a abertura da conferência está marcada para as 15 horas, em Roma, no auditório — Don Sebastiano Plutino, hotel casa tra noi, em via Monte Del Gallo. Vai estar em explanação o tema “De Fundo das Figueiras para o mundo e regresso” pelo orador João Pereira Silva, combatente da liberdade de Cabo Verde e Guiné-Bissau e que foi várias vezes Ministro da República de Cabo Verde.

A seguir, os conferencistas José Lopes Vicente, Filomeno Lopes e João Pereira Silva devem falar do papel de Amílcar Cabral e Aristides Pereira na luta pela independência de Cabo Verde e Guiné-Bissau.

Conforme o colaborador do A Semanaonline em Roma, um dos destaques da programação vai ser também a apresentação do livro em memória de Aristides Pereira, com o titulo “Aristides Pereira, minha vida, a nossa história”, da autoria do jornalista e escritor, José Vicente Lopes. A moderação dos debates vai estar a cargo da jornalista da Rádio Vaticano, a cabo-verdiana Maria Araújo Évora.

A fazer fé na fonte referida, o programa das festividades do décimo aniversário da fundação da Associação Filhos e Amigos da Boa Vista Itália inclui ainda a distinção aos sócios fundadores e aos ex-Presidentes da Associação.

Vida e obra de Aristides Pereira
Conforme vários escritos, Aristides Maria Pereira nasceu a 17 de Novembro de 1923, na Boa Vista. Faleceu a 22 de setembro de 2011, em Coimbra – Portugal.

A fazer nas fontes referidas, começou a sua vida profissional a trabalhar como radiotelegrafista, onde chegou a Chefe dos Serviços de Telecomunicações, na Guiné-Bissau.

Já a partir da década de 1940 Aristides Pereira envolveu-se na luta pela independência de Cabo Verde. Juntamente com Amílcar Cabral fundou o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) em 1956, assumindo o cargo de secretário-geral, em 1973, isto depois do bárbaro assassinato de Cabral.

Com a conquista da independência, em 1975, Aristides Pereira tornar-se-ia o primeiro presidente da República de Cabo Verde, cargo que manteve até 1991. Neste ano, após primeiras eleições presidenciais multipartidárias, Aristides Pereira perdeu a presidência para António Mascarenhas Monteiro.

Faleceu em Coimbra, Portugal, em 22 de setembro de 2011, aos 87 anos. Segundo a fonte deste jornal, Aristides estava em Portugal desde início de agosto do mesmo ano, tendo sido operado em Coimbra na sequência de fratura no colo do fémur, agravada pela condição de diabético.

Aristides Pereira foi reconhecido internacionalmente como um grandes estadista. Recebeu a Medalha da Ordem Amílcar Cabral – 1º. Grau de Cabo Verde, o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal a 31 de Janeiro de 1986, o Grande-Colar da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada de Portugal a 9 de Agosto de 1989 e a Medalha da Ordem de Agostinho Neto de Angola. Foi ainda reconhecido com o título de Doutor honoris causa pelas Faculdades de Direito das Universidades de Rhode Island (Providence, EUA), Sacred Heart de Bridgeport, e pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra (Portugal).

A atribuição do seu nome ao Aeroporto da Boa Vista ( Aeroporto Internacional Aristides Pereira) foi a homenagem mais significativa que teve em Cabo Verde, através do governo de José Maria Neves.

Fonte: Asemana