Industrialização em África: Cabo Verde debate desafios do sector

O Dia da Industrialização em África -20 de Dezembro- vai a ser assinalado, esta terça-feira, no Hotel Pestana Trópico, na Praia, com um Workshop sobre a «Indústria – uma aposta para Cabo Verde». Com arranque às 09 horas, o mesmo conta com a participação de empresas e instituições com responsabilidades no domínio do desenvolvimento empresarial em Cabo Verde. Segundo a organização, o evento constitui uma oportunidade para se debater os passos necessários para promover o desenvolvimento do sector da indústria, nomeadamente em relação à 4ª Revolução Industrial.

Industrialização em África: Cabo Verde debate desafios do sector
A sessão de abertura será presidida por Alexandre Monteiro, ministro da Indústria, Comércio e Energia. Este workshop é promovido pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI), em parceira com o Ministério da Indústria, Comércio e Energia e a Câmara de Comércio de Sotavento. Conta com a participação especial do Presidente da Agência para a Competitividade e Inovação de Portugal (IAPMEI), Nuno Mangas, que irá partilhar o Programa de Desenvolvimento Industrial, Indústria 4.0 em Portugal, seus resultados e impacto.

Conforme o programa dos trabalhos, vai estar em debate a «Indústria 4.0 – uma aposta para Cabo Verde?». Este painel inclui vários subtemas, como «Indústria 4.0 – Oportunidades para África e Países Insulares em Desenvolvimento», «Indústrias Inteligentes – Desafios da Indústria Cabo-verdiana» e o « Sector das TICs: Um Parceiro para a Indústria 4.0?».

Cadeias de valores regionais e Agenda 2030
Em nota, o sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, realça que este ano, o Dia da Industrialização em África é celebrado sob o lema “Promoção de Cadeias de Valor Regionais em África: um caminho para acelerar a transformação estrutural de África, a industrialização e a produção farmacêutica”. Trata-se de um designo que enfatiza as parcerias estratégicas, particularmente com o setor privado, para promover cadeias de valores regionais, garantir investimentos e melhorar o acesso ao know-how e às tecnologias.

«Para o caso particular de Cabo Verde, serão explorados os desafios e oportunidades da indústria 4.0 para o desenvolvimento industrial inclusivo e sustentável», refere a mesma fonte.

A pensar nisso, o Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, salienta, na sua mensagem alusiva ao Dia da Industrialização em África, que o desenvolvimento industrial inclusivo e sustentável é fundamental para alcançar a Agenda 2030 em África. «Gera empregos, reduz a pobreza, a fome e a desigualdade, capacita as mulheres, expande as oportunidades para os jovens, ao mesmo tempo que melhora a saúde, protege o ambiente e combate as mudanças climáticas», refere o SG da ONU.

É de salientar que o Dia da Industrialização em África é celebrado no dia 20 de Novembro de cada ano desde de 1990. « A efeméride pretende mobilizar a comunidade internacional a contribuir para o fortalecimento da indústria africana, tendo por objectivo o crescimento económico sustentável e a erradicação da pobreza», anuncia a ONU-CV

Fonte: