Ilha do Sal: Démis Almeida é candidato à Comissão Política Regional para dar “novo fôlego” ao PAICV local

Espargos, 06 Nov (Inforpress) – Démis Almeida quer dar “novo fôlego” ao PAICV, na ilha do Sal, e apresentou hoje a sua candidatura à presidência da Comissão Política Regional do partido local, cujas eleições estão marcadas para o dia 29.

“É inegável que o PAICV no Sal precisa de novo fôlego, nova dinâmica, maior organização e de efectivo e regular funcionamento dos seus órgãos regionais, sectoriais e de base, mas, também, dos órgãos da JPAI- Concelhia do Sal e das estruturas concelhias da Federação das Mulheres do PAICV”, justificou Démis Almeida durante conferência de imprensa convocada para o efeito.

Ao referir-se às motivações para a candidatura, Démis Almeida, que noutros tempos desempenhou a função, disse que o PAICV “precisa galvanizar” os seus militantes, amigos e simpatizantes, e aproximar-se da sociedade.

“Ouvir as suas inquietações, angústias e aspirações, e ser um porta-voz da ilha do Sal e da sua população. Na ilha do Sal, o PAICV sempre foi, e continua a ser, um grande partido”,  sublinhou, observando, que não se pode confundir “maus resultados eleitorais conjunturais”, como os registados, referiu, no passado dia 25 de Outubro, com o “prestígio social e político” do PAICV na ilha.

“Devemos, com humildade, olhar para o nosso passado recente e aprender com os nossos erros individuais e coletivos, corrigi-los, arrepiar caminho, traçar um novo rumo e seguir em frente”, concretizou.

Pensando, assim, assumindo as suas responsabilidades de cidadão e militante, e com a “firme vontade” de dar o seu contributo para a melhoria da situação do partido no Sal, candidata-se à presidência da Comissão Política Regional do Sal do PAICV, como disse.

“Sou candidato porque a ilha do Sal, que neste momento enfrenta uma situação social, económica e laboral, de facto, de calamidade, precisa de um PAICV unido, forte e comprometido com a defesa dos seus superiores interesses”, manifestou.

Se for conduzido à liderança do PAICV no Sal, Démis Almeida propõe criar as condições para ganhar as eleições legislativas de 2021, contribuir para uma maioria absoluta no parlamento nacional e, consequentemente, para que o PAICV possa formar Governo, estando igualmente empenhado em fazer do cidadão que o partido apoiar nas eleições presidenciais de 2021 o Presidente da República de Cabo Verde.

Até agora, a Comissão Política Regional é liderada pela deputada nacional, Ana Paula Santos, que se encontra em fim de mandato.

Ainda não se conhecem outras manifestações de interesse, tendo Démis Almeida sido o primeiro a apresentar, formalmente, candidatura para a liderança do PACV na ilha.

O escrutínio realiza-se no dia 29, devendo as operações de apuramento eleitoral ser feitas logo após o encerramento das urnas, seguidos, “imediatamente”, da proclamação dos resultados finais.

Fonte: Inforpress