Guiné-Bissau: Novo Governo com 16 ministérios e 15 secretarias de Estado

A ex-secretária de Estado das Comunidades Suzi Barbosa é a nova ministra dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau, segundo o decreto presidencial de nomeação do novo Governo divulgado hoje, 03, pela Presidência da República.

Guiné-Bissau: Novo Governo com 16 ministérios e 15 secretarias de Estado
Segundo a Lusa, o novo Governo vai ter 16 ministérios – oito dos quais liderados por mulheres – e 15 secretarias de Estado. Quase quatro meses depois das eleições legislativas de 10 de março, o Presidente José Mário Vaz nomeou o novo Executivo.

Os chefes de Estado e de Governo da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) reunidos na sua 55.ª cimeira no sábado, em Abuja, na Nigéria, determinaram que o Presidente guineense, José Mário Vaz, tinha de nomear um novo Governo e um novo Procurador-Geral da República até esta quarta-feira (03.07). Ladislau Embassa, juiz-conselheiro, foi hoje nomeado para o cargo de Procurador Geral da República – PGR.

Armando Mango, da Assembleia do Povo Unido – Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB), vai ser ministro da Presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares e porta-voz do Governo.

Segundo ainda a Lusa, a vice-presidente do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (Odete Costa Semedo) vai assumir a pasta da Administração Territorial e Gestão Eleitoral, enquanto Adiado Djalo Nandigna continua como ministra das Pescas.

A pasta da Defesa vai com Luís Melo, atual presidente da Câmara Municipal de Bissau e do PAIGC, e o Ministério do Interior fica com Juliano Augusto Fernandes, da APU-PDGB.

Geraldo Martins, que tinha sido ministro das Finanças do Governo de Domingos Simões Pereira, regressa ao Executivo guineense para ocupar as mesmas funções.

Constituição do novo Governo
Eis a composição do novo Governo da Guiné-Bissau, liderado por Aristides Gomes:

Ministério da Presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares – Armando Mango

Ministério da Administração Territorial e Gestão Eleitoral – Odete Costa Semedo

Ministério das Pescas – Adiatu Djalo Nandigna

Ministério dos Negócios Estrangeiros e Comunidades – Suzi Barbosa

Ministério da Defesa e Combatentes da Liberdade da Patria – Luís Melo

Ministério do Interior – Juliano Augusto Fernandes

Ministério da Economia e Finanças – Geraldo João Martins

Ministério do Comércio e Indústria – Iaia Djaló

Ministério da Educação Nacional e Ensino Superior – Dautarin Monteiro da Costa

Ministério da Administração Pública e Modernização do Estado – Fatumata Djau Balde

Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos – Rute Monteiro

Ministério da Saúde Pública – Magda Nely Robalo Silva

Ministério da Mulher, Família e Proteção Social – Cadi Seidi

Ministério da Agricultura e Florestas – Nelvina Barreto

Ministério dos Recursos Naturais e Energia – Issufo Balde

Ministério das Infraestruturas, Habitação e Desenvolvimento Humano – Osvaldo Abreu

Secretarias de Estado:

Secretaria de Estado do Ambiente e Biodiversidade – Quite Djata

Secretaria de Estado dos Transportes e Comunicações – Samuel Dinis Manuel

Secretaria de Estado das Comunidades – Malam Bacai Júnior

Secretaria de Estado da Juventude e Desporto – Dionísio do Reino Pereira

Secretaria de Estado do Orçamento – José Djô

Secretaria de Estado do Tesouro – Suleimane Seidi

Secretaria de Estado da Gestão Hospitalar – Anaximandro Zylene Casimiro Menut

Secretaria de Estado do Ensino Superior e Investigação Científica – Garcia Bifa Bedeta

Secretaria de Estado do Turismo e Artesanato – Catarina Taborda

Secretaria de Estado da Gestão Eleitoral – Júlio César Nosolini

Secretaria de Estado da Segurança e Ordem Pública – Mário Saiegh

Secretaria de Estado do Plano e Integração Regional – Tomásia Manjuba

Secretaria de Estado da Cultura – António Quirino Bubacar Spencer Embaló

Secretaria de Estado da Comunicação Social – João Maria Baticã Ferreira

Secretaria de Estado dos Combatentes da Liberdade da Pátria – João Handem

Presidente cessante pede guineenses a arregaçarem mangas para apoiar novo Governo
Entretanto, o Presidente da República cessante, José Mário Vaz, pediu na noite desta quarta-feira, 03 de julho de 2019, aos guineenses para arregaçarem as mangas no sentido de apoiar o novo governo liderado por Aristides Gomes.

Segundo o jornal O Democrata, o Presidente cessante falava durante a cerimónia de posse do novo elenco governamental dos partidos da nova maioria parlamentar e que conta igualmente com as presenças de elementos de partidos aliados [pertencentes ao fórum de partidos democráticos] do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), vencedor das eleições legislativas de 10 de marçocom a maioria relativa.

A cerimónia de posse do governo contou com a presença do Presidente do Tribunal de Contas, do Primeiro-ministro, do novo Procurador-Geral da República, chefias militares, líder do PAIGC, Domingos Simões Pereira e corpo diplomático acreditado no país.

Fonte: Asemana