Eleitos municiais do PAICV consideram “fundamental” redefinir o trânsito na Cidade da Praia

Cidade da Praia, 12 Dez. (Inforpress) – Os eleitos municiais do PAICV consideram hoje “fundamental” redefinir todo o trânsito dentro da cidade da Praia e requalificar as paragens dos autocarros colectivos, de forma a dar “dignidade” aos munícipes que utilizam os transportes públicos.

Esta preocupação foi manifestada à Inforpress pelo líder dos deputados do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) na autarquia da Praia, após um encontro com a administração da empresa de transportes rodoviários, Sol Atlântico, defendendo que se deve criar condições à altura dos “bons autocarros”.

Vladmir Silves Ferreira disse que a capital carece da construção de um terminal rodoviário, com as oportunidades do sector que deverão estar em debate no próximo ciclo autárquico, e que a “Câmara Municipal deve dar condições de conforto nas paragens” aos utentes, enquanto responsável pela definição das prioridades e infra-estruturação e mesmo na definição das linhas da cidade.

Depois de uma primeira visita em 2011, Silves Ferreira adiantou que os eleitos municipais regressaram à empresa transportadora para “parabeniza-la pelo “percurso notável” na evolução dos últimos anos” que resultou num “sistema de transporte colectivo muito melhor organizado e mais eficiente”.

“A circulação urbana na cidade tem aumentado bastante e o poder público não pode ficar parado à espera que as coisas compliquem. Se não actuarmos agora, dentro de 10/20 anos, teremos os mesmos problemas que muitos centros urbanos nossos vizinhos enfrentam”, alerta Vladmir Silves Ferreira, para quem “politicas públicas são uma questão de acção”.

Já o administrador da operadora “Sol Atlântico”, Henrique Duarte, realçou que todas as “boas ideias que ajudem a melhorar o problema dos transportes são bem-vindos” e avançou que a Câmara Municipal está a desenvolver um plano provisório para desviar o terminal para a rotunda de Ponta d’Agua, até a construção do terminal definitivo na localidade de São Filipe.

Henrique Duarte disse que a empresa conta brevemente abrir uma nova linha, na localidade de Fontão e, posteriormente, em Outubro de 2020, inaugurar um novo itinerário com destino a nova UNI-CV, em Palmarejo Grande.

A operadora Sol Atlântico, segundo o seu administrador, conta com 85 autocarros operacionais, dos quais 80 nas 14 linhas e cinco de reservas.