Autárquicas 2020/São Lourenço dos Órgãos: PAICV quer elevar nível de desenvolvimento do concelho

João Teves, 13 Out (Inforpress) – A caravana do PAICV esteve nos terrenos circunscritos da Barragem do Poilão para convencer a população da bondade do seu programa de governação para os próximos tempos e demonstrar que o seu adversário fez descaso das promessas feitas.

Para os adeptos de António Fernandes, candidato à Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos, a população laurentina espera por uma mudança com o novo ciclo eleitoral porque a governação cessante afastou-se da população, abandonando-a à sua sorte. “Nem audiência concedia às pessoas e só com o aproximar da campanha é que se permitiu receber o povo”.

Esta postura “não será, nem por sonhos, uma prática com o PAICV na governação de São Lourenço dos Órgãos”, articulavam os elementos da delegação de António Fernandes e Victor Baessa no franco diálogo com os populares.

Um porta-a-porta onde não faltavam palavras como máscaras e distanciamento, embora na viatura conhecida por estas bandas como “juvita” não havia margem para caber lá dentro a palavra distanciamento.

Por vezes, o sol abrasador e o cansaço levavam as pessoas a afrouxar a máscara para respirar melhor e prosseguir nos seus intentos.

“Eles não cumpriram a promessa a que se obrigaram, agora é a nossa vez e pedimos-vos para depositarem a vossa confiança em nós para que o desenvolvimento chegue, finalmente, a São Lourenço dos Órgãos”, apelam.

A caravana incansável prosseguia a sua caminhada realçando que o prometido desenvolvimento nunca foi visto por estas bandas, nestes quatro anos da governação do MpD.

A água é o sustento da economia em São Lourenço dos Órgãos, há que a aproveitar da melhor maneira a barragem para se aumentar a produtividade nesta zona. O grupo promete fazer tudo, junto ao gestor da barragem, para que assim seja.

A plataforma eleitoral dos candidatos do PAICV distingue cinco eixos fundamentais para o desenvolvimento do concelho. A agricultura e indústria transformadora, que enquadra a dinamização do comércio, o turismo, a juventude e desenvolvimento comunitário, planeamento infraestruturais e o sector social que alberga a habitação, o desporto, a educação e a cultura vão fazer carreira.

“Órgãos pa nos tudu” não se cansava de articular sobre a inoperacionalidade dos ex-governantes da cidade de João Teves que, agora desesperados, querem salvar a face.

Nas eleições de 2016, em São Lourenço dos Órgãos concorreram Carlos Vasconcelos, pelo MpD, que venceu com 2.013 votos (49,11%) e Victor Baessa, pelo PAICV, que obteve 1.965 votos (47,94%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estão inscritos nos cadernos eleitorais 5.746 eleitores (em 2016 o número de inscritos era de 5.268, dos quais 4.099 votaram).

A nível nacional participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (um no município da Praia e um para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

Fonte: Inforpress