Autárquicas 2020/São Domingos: PAICV acusa Câmara Municipal de “roubalheira” e “desorganização”

São Domingos, 17 Out (Inforpress) – O candidato do PAICV à presidência da Câmara Municipal de São Domingos acusou a autarquia local, liderada pelo MpD, de “roubalheira” por não enviar os descontos dos trabalhadores para a Previdência Social e para as Finanças.

“Isto é uma roubalheira porque faz os descontos do INPS para garantir a assistência aos trabalhadores. Faz descontos do UIR e não entrega às Finanças. Isto não é digno de uma instituição séria”, afirmou o candidato Isaías Varela.

“As pessoas trabalham durante todo o tempo, adoecem e não têm cobertura em termos de assistência medicamentosa. As pessoas vão para a reforma com dificuldades e é a própria Câmara que lhes assegura o salário, porque não têm reforma”, acrescentou.

Isaías Varela denunciou, igualmente, as péssimas condições em que laboram os trabalhadores, de forma particular os bombeiros, adiantando que além de estarem em instalações sem condições, nomeadamente sanitárias, não dispõem de equipamentos para acudir em caso de acidentes.

“Neste momento, se houver um incêndio ou um acidente os bombeiros não têm materiais e equipamentos e não tem condições para chegar a tempo de ajudar a salvar vidas”, anotou sublinhando que todas essas situações mostram uma grande desorganização da câmara municipal.

Isaías Varela promete, se vencer as eleições no dia 25 de Outubro, mudar a forma de gestão camarária com aposta, sobretudo, na qualificação dos recursos humanos para aumentar a auto-estima e melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores.

Aos bombeiros prometeu formação, melhores salários e equipamentos adequados para melhor desempenharem as suas funções.

Neste sábado a candidatura do PAICV está em contactos porta-a-porta na zona centro do município de São Domingos, onde promete uma nova centralidade, com uma grande aposta na requalificação urbana e ambiental.

“Só assim conseguiremos criar auto-estima, agregar valores e oportunidades de desenvolver São Domingos e evitar que os nossos jovens saiam do município para residir em outros concelhos porque São Domingos não tem condições”, disse.

Para além da candidatura do PAICV, liderada por Isaías Varela, concorrem para as eleições dos órgãos autárquicos em São Domingos as listas da plataforma “Ami é San Domingus”, liderada por Milton Paiva, e do MpD, encabeçada por Clemente Garcia.

Nas autárquicas de 2016, em São Domingos, concorreram o MpD (Clemente Garcia) que conquistou a câmara com 61,22%, e o PAICV (Mário Lima) 36,19%.

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estão inscritos no município 9.554 eleitores.

A nível nacional, participa na corrida um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP (1 no município da Praia e 1 para Assembleia Municipal na Boa Vista) e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4) e São Vicente (1).

MJB/HF

Inforpress/Fim