Autárquicas 2020/Ribeira Grande: Agricultura, pecuária, pesca, turismo e transformação agro-alimentar na mira do candidato do PAICV

Ribeira Grande, 07 Out (Inforpress) – O candidato do PAICV a presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, Odailson Bandeira, vai apostar, se for eleito, nas áreas da agricultura, da pecuária, da pesca, do turismo e da transformação agro-alimentar.

“Na Ribeira Grande não temos muito por onde fugir destas áreas”, disse Odailson Bandeira assumindo que em tudo aquilo que diz respeito ao desenvolvimento económico, à promoção do emprego e do auto-emprego, as actividades devem cingir-se, “obrigatoriamente”, nesses diferentes ramos.

Odailson Bandeira identificou problemas existentes no concelho e que merecem atenção especial, como é o caso, por exemplo, do desencravamento de algumas localidades com potencialidades agrícolas e pecuárias, ainda sem vias de comunicação adequadas, “para que possa haver uma circulação de pessoas, de produtos agrícolas e pecuárias, além de outros bens de primeira necessidade”.

O candidato “tambarina” reiterou que o seu “foco principal”, no que diz respeito ao desenvolvimento à promoção do emprego e ao desenvolvimento da economia local, “cingir-se-á na agricultura, na pecuária, na pesca, na transformação agro-alimentar e, logicamente, no turismo albergando a questão cultural”.

É que, no entender de Odailson Bandeira, o turismo é um sector transversal que abarca várias áreas, daí a referência às questões culturais.

A juventude vai merecer atenção de uma câmara gerida por Odailson Bandeira que pretende dar ênfase à formação profissional e, lá onde for possível, à formação superior embora reconheça que a câmara não tem meios nem vocação para investir na formação superior.

Odailson Bandeira promete fazer um esforço para apoiar a formação superior porque considera que esse é um dos caminhos para que as pessoas possam ser independentes.

Para as eleições do dia 25 de Outubro, na Ribeira Grande, estão inscritos nos cadernos de recenseamento, provisoriamente, 13.744 eleitores dos quais 11 são cidadãos estrangeiros.

Nas autárquicas de 2016 concorreram Orlando Rocha Delgado, pelo MpD, que alcançou a maioria absoluta na câmara com 61,77 por cento (%) dos votos, Leonesa Fortes (PAICV) que conseguiu 24,77%, e António Rodrigues (UCID) que alcançou 8,51% dos votos.

Fonte: Inforpress