Autárquicas 2020/Praia: PAICV promete mudança de qualidade com desenvolvimento sustentável do município

Cidade da Praia, 07 Out (Inforpress) – O candidato do PAICV à presidência da Câmara Municipal da Praia, nas eleições de 25 de Outubro, promete, caso for eleito, uma mudança de qualidade, com acções concretas, transparentes e sustentáveis, que sirvam para abranger todos os munícipes.

Em entrevista à Inforpress, o candidato do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Francisco Carvalho, afirmou que o que motiva esta candidatura é o sentimento de desgaste das pessoas pela câmara da Praia, conduzida pelo Movimento para a Democracia (MpD) nesses 12 anos.

Neste sentido, elege como prioridade central a questão da transparência e a eliminação da corrupção, com a promessa de fazer com que a câmara seja um factor de desenvolvimento sustentável de todo o município, onde todas as categorias sociais se sintam desejadas pela “sorte” de residir na capital do país.

O PAICV propõe uma plataforma central que vai ao encontro das famílias, isto, porque, segundo o candidato que assume o projecto “Praia para Todos”, a câmara da Praia tem optado, ao longo desses 12 anos, pela demasia de embelezamento de ruas, das rotundas, das casas, de ‘fitness park’, o que, a seu ver, não é menos importante, daí que garante acções concretas junto das famílias.

“É que constitui um grande paradoxo, por exemplo quando nós olharmos para as ruas pedonais, e deparar com casas ao lado, com tectos a cair, nós queremos continuar a fazer o embelezamento das ruas, mas queremos também dar um passo maior e investir nas famílias dentro das suas casas”, explicou.

Segundo Francisco Carvalho, a sua candidatura tem medidas “muito concretas” em todas as áreas, nomeadamente no sector informal, na juventude, no desporto, da cultura e demais.

“Vamos, por exemplo, diminuir o crescimento de taxas e eliminar outras. Ainda, desde 2008 que esta câmara acabou com a medida de acesso a lotes de terreno por aforamento, nós vamos retomar esta medida porque queremos que todas as pessoas consigam ter acesso aos terrenos, de modo a não continuarem a ser empurradas para o fundo das ribeiras, que é o que está a acontecer neste momento”, sublinhou.

Para as eleições de 25 de Outubro, na Praia, estão inscritos provisoriamente nos cadernos de recenseamento 81.458 eleitores.

Além de Francisco Carvalho, concorrem às eleições de 25 de Outubro, na Praia, Amândio Barbosa Vicente (PP), Any Reis (Sociedade Civil), Carlos Lopes (L.U.T.A), Denise Tavares (DSB), Francisco Silva (UCID), Jeremias Garcia (MPJT) e Óscar Santos (MpD).

Nas eleições de 2016 neste município concorreram cinco listas, tendo o MpD (Óscar Santos) conquistado a câmara com 62,74% dos votos, PAICV (Cristina Fontes) 32,43%, UCID (Francisco Silva) 1,77%, PP (Amândio Vicente) 0,61%, e PTS (José Augusto Fernandes) 0,26%.

Fonte: Inforpress