Autárquicas 2020/Paul: “A coisa está tão grave, que temos de eleger várias prioridades” – Carlos Pires Ferreira

Cidade das Pombas, 14 Out (Inforpress) – O candidato do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) à Câmara Municipal do Paul, Carlos Pires Ferreira, considerou que quando vencer as eleições vai ter que eleger “várias prioridades” porque a “situação é grave”.

O candidato mostrava esse posicionamento à Inforpress, na sequência de contactos com o eleitorado, esta terça-feira, na zona do Eito, onde disse existir uma “situação de abandono”, que se repete em todas as comunidades, com “problemas graves” de habitação, água, desemprego, falta de oportunidades para jovens, acessos e outros.

“Já tivemos oito anos de uma governação e já era altura de repararmos alguma visibilidade, alguma política estruturante”, criticou o candidato, estendendo-se à agricultura e pecuária, que “também são duas áreas abandonadas”, mesmo com o protocolo assinado entre a câmara municipal e o Ministério do Ambiente, que é, considerou, “letra morta”.

Depois de três anos e meio de seca, houve uma chuva que, segundo a mesma fonte, fez as pessoas despertarem para a esperança numa boa colheita e pasto, mas, por outro lado, há a situação da lagarta do milho, que “não tem tido intervenção do poder local e nem do Ministério da Agricultura”.

“A coisa está tão grave, que será preciso eleger várias prioridades e atacar várias prioridades”, sublinhou Carlos Pires Ferreira, para quem o cenário “representa bem o desleixo governativo do Aleixo”.

Por isso, pediu que os paulenses acreditem no dia 25 no projecto do PAICV, que, garantiu, “vai ser feito de forma estruturada, planeada e programada”.

“Não falámos de um projecto pingo, pingo e de tapar buracos, falámos de um projecto ambicioso”, concretizou, com a ideia de que “só distribuindo o bem pelas aldeias é que se consegue o sucesso”.

O PAICV estará hoje em contactos nas zonas de Praia de Gi e Ribeira das Pombas.

Para além de Carlos Pires Ferreira (PAICV), concorrem à Câmara Municipal do Paul, António Aleixo pelo Movimento para Democracia (MpD) e Sandro Gomes pela União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID).

Dados provisórios indicam que para as eleições do dia 25 de Outubro, no concelho do Paul, estão inscritos 5.408 eleitores nos cadernos de recenseamento, dos quais cinco são cidadãos estrangeiros.

Em 2016 o número de inscritos foi de 5.250 dos quais apenas 3.876 votaram.

Na corrida para as autárquicas de 25 de Outubro participam um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 do PAICV, sete da UCID, dois do PP, sendo um no município da Praia e um para a Assembleia Municipal da Boa Vista, e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (um), de Santa Catarina (um), de São Domingos (um), do Tarrafal de São Nicolau (um), do Sal (um) do Tarrafal de Santiago (dois), da Praia (quatro) e de São Vicente (um).

Fonte: Inforpress