Autárquicas 2020/Maio: PAICV acredita que este é o momento da mudança gestão autárquica

Porto Inglês, 08 Out (Inforpress) – A candidatura do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) às eleições autárquicas de no Maio já está no terreno a tentar convencer os munícipes de que este é o momento da mudança na gestão autárquica.

Emcabeçada por António Ramos, e Alcídia Tavares às presidências da câmara e assembleia municipal, respectivamente, a candidatura às eleições autárquicas de 25 de Outubro garantiu que estão a respeitar as normas exigidas pelas autoridades da saúde e que as pessoas estão a os receber “muito bem”.

Em declarações à Inforpress, o candidato do PAICV António Ramos, assegurou que iniciaram a campanha com a colocação dos cartazes às zero horas desta quinta-feira, e na manhã de hoje escolheram o bairro de Montin de Lume para levar as suas mensagens e mostrarem as pessoas de que é preciso uma mudança na gestão autárquica na ilha.

O candidato frisou que estão a passar uma mensagem de confiança e esperança num futuro melhor para ilha, mas reforça que é preciso uma nova equipa camarária para que haja “uma boa governação”, porque nestes praticamente 24 anos, a governação local “não consegui colocar a ilha na senda de desenvolvimento”.

“Fizeram algumas obras sim, mas esqueceram-se das pessoas, razão pela qual, hoje temos tantas casas com tecto a cair, tantas famílias desprotegidas e que não recebem apoio da câmara municipal”, salientou, enfatizando que quando houver algumas situações como aconteceu recentemente com o confinamento, a primeira preocupação é saber se a pessoa é simpatizante do MpD, “caso contrário fica de fora”.

António Ramos defendeu que este é o momento da mudança, por para se poder “acabar de uma vez por todas com a descriminação dos munícipes por pertencerem a um ou outro partido”, acrescentando que se não houver mudança no dia 25 de Outubro, a ilha do Maio “corre risco de cair no abismo de subdesenvolvimento”.

Na tarde deste primeiro dia da campanha eleitoral, a comitiva vai estar na vila da Calheta para levar a sua mensagem à população, e no final do dia, vai inaugurar a sua sede local, tendo em conta que o candidato António Ramos é natural daquela zona.

Participam na corrida eleitoral, dois candidatos, sendo Miguel Rosa do Movimento para a Democracia (MpD), e António Ramos do PAICV.

Nas últimas eleições autárquicas de 04 de Setembro de 2016, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais do concelho do Maio, concorreram dois candidatos, tendo o MPD (Miguel Rosa) alcançado 1.996 dos votos, (56,82%), e o OIAM (José Silva) alcançado 1.423 dos votos (40,51%).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estão inscritos nos cadernos eleitorais um total de 5.052 eleitores (CNE), (em 2016 o número de inscritos era de 4.822, dos quais 3.503 votaram.

Participam na corrida autárquica, um total de 65 candidatos, sendo 22 do MpD, 22 candidatos do PAICV, sete da UCID, dois do PP, sendo 1 no município da Praia e 1 para Assembleia Municipal na Boa Vista, e mais 12 candidatos independentes que disputam as câmaras municipais da Ribeira Grande (1), de Santa Catarina (1), São Domingos (1), Tarrafal de São Nicolau (1), Sal (1) Tarrafal de Santiago (2), Praia (4), São Vicente (1).

Fonte: Inforpress